Jacobina: Médico Perito Legal teve acesso negado por colega quando apurava um suposto erro médico HMATS.


Na sexta-feira, 21, o médico perito legal Dr. Carlos Santana teve acesso negado para vê um prontuário no HMATS e pelo colega diretor Técnico e administrativo quando investigava um suposto erro médico.
Leia.
“Meus amigos. Ontem, compreendi, definitivamente, que nossa população encontra-se, progressivamente, se acostumando e tolerando uma cultura antidemocrática. Nesta semana uma gestante pariu seu bebê, que nascera morto, no HMATS e o pai inconformado, achando ter sido um suposto erro médico, fez um BO na Delegacia local, e então realizei a necropsia do corpo. Ao me dirigir ao referido estabelecimento de saúde, como médico, Perito Médico-Legal ( tendo fé pública), representando, como titular, nas investigações hospitalares, a Câmara Técnica de Óbito, da 16ª DIRES, e M.S do Brasil, tive meu acesso ao prontuário da gestante, me negado pelo colega, Diretor Técnico e pela outra direção.” Declarou Carlos Santana
 “Aí me veio à lembrança de que companheiros dizem que nossa democracia é recente e verde, mas afirmo que esta tal ela está mais para Maduro”. Continuou médico perito.
Diário da Chapada 

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Aqui Seu Comentário.