Conquista: Crime bárbaro contra pastora e sobrinha teria sido motivado por “divisão de igreja”

A Polícia já identificou os suspeitos pelo sequestro que vitimou a pastora Marcilene Sampaio e sua sobrinha, Ana Cristina, além de deixar gravemente ferido o pastor Carlos Eduardo. Edmar da Silva Brito e Fabio de Jesus Santos, supostos pastores, são os acusados pelo bárbaro crime. De acordo com informações preliminares, o crime foi motivado por uma briga do passado em que ocasionou a divisão da igreja onde todos congregavam.

Pelo fato da maioria dos fiéis acompanharem o pastor Carlos Eduardo e sua esposa, Edmar ficou magoado e planejou o assassinato. O plano era matar o toda a família do pastor, pois o fato ocorreria como um suposto latrocínio, que aconteceria no sítio das vítimas. No entanto, o crime foi descoberto após o registro de um acidente envolvendo dois veículos na proximidade do Povoado de Pau Brasil. Ao chegar no local, a polícia encontrou o pastor Carlos Eduardo ferido, que informou sobre o sequestro.

Segundo o pastor, eles foram abordados na Estrada da Barra quando voltavam para casa. Após sofrer violência física, os criminosos separaram ele de sua esposa e sobrinha. Após receber essa informação, a polícia começou a fazer buscas nas localidades próximas ao acidente no intuito de encontrar as vítimas e os sequestradores. No entanto, os policiais só conseguiram encontrar em um sítio, próximo a uma localidade conhecida como UDV, um dos supostos acusados, identificado como Fabio de Jesus Santos. Fábio foi reconhecido pela vítima e conduzido ao Distrito de Segurança Pública (Disep). Já Edmar está sendo procurado pela polícia. [Blog da Resenha Geral]

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Aqui Seu Comentário.