Racismo? Prisão polêmica de ator da Globo causa comoção nas redes sociais

viniiiis_link
A prisão do psicólogo e ator Vinícius Romão de Souza, 26 anos, que atuou na novela Lado a Lado, da TV Globo, ganhou forte repercussão e acusações de racismo nos sites de redes sociais, segundo a rádio Globo.
 O ator foi preso após ser abordado por um policial acusado de assaltar uma mulher no Méier, Zona Norte do Rio de Janeiro. Amigos do ator e algumas testemunhas afirmam que a descrição do assaltante não condiz com as características de Vinícius.
 Segundo a rádio Globo, a copeira de um hospital reconheceu Vinícius como o homem que a assaltou no dia 17 de fevereiro. A mulher disse que o assaltante, um homem negro e com cabelo black power, havia roubado sua bolsa, cotendo dinheiro, celular e outros pertences. Com a ajuda de um policial, a mulher viu um homem com características semelhantes ao do assaltante e afirmou que Vinícius era o assaltante.
 O ator negou o assalto e disse que retornava do shopping onde trabalhava em uma loja de roupas para complementar a renda com trabalhos e participações em novelas da TV Globo. A bolsa nem os objetos da copeira não foram encontradas com o ator.
 A prisão causou comoção nas redes sociais. ‘Estou chocada! Romão foi meu aluno e sei muito bem o quanto esse garoto é bom!’, escreveu uma ex-professora do ator. Outros internautas acusaram a prisão de racismo.
Vinícius Romão está preso desde o dia 17 na Casa de Detenção Patrícia Acioli, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Segundo o advogado do ator, imagens de câmeras de um prédio próximo ao assalto serão utilizadas para provar a inocência do ator. (Correio 24 Horas)


# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Aqui Seu Comentário.